Cientista de dados: o que faz, salário e como se tornar um

O problema é que estamos falando de tanta informação que excede a capacidade de processamento dos seres humanos. Segundo levantamento da Intera, HR Tech de recrutamento digital, divulgado pelo Portal Uol, a faixa salarial média de um cientista de dados pleno está entre R$ 7.416 a R$ 9.750. O Machine Learning (aprendizagem de máquinas) é a área da IA baseada em algoritmos matemáticos e automação bootcamp de programação na qual os computadores aprendem a desempenhar determinada tarefa. Convém mencionar, entretanto, que assim como todas as demais áreas da tecnologia, essa também merece uma atualização constante e periódica por parte dos profissionais. Existem cursos de graduação e pós-graduação e também certificações como CAP (Certified analytics professional) ou Open Certified Data Scientist (Open CDS).

Quais são as principais funções de um cientista de dados?

Segundo ela, “existe um mercado enorme, demandando até mais do que as universidades conseguem oferecer”. Neste texto te contaremos melhor quais as possíveis formações https://contilnetnoticias.com.br/2023/12/como-escolher-um-bootcamp-de-programacao/ para atuar como cientista de dados e as oportunidades no mercado de trabalho. Até mesmo no campo da política tem sido perceptível a importância da ciência de dados.

Principais aplicações da ciência de dados

Dessa forma, esses tipos de cientistas de dados precisam entender a linguagem usada e as possibilidades de execução. Trabalhar com ciência de dados é também ter uma visão de negócios e saber utilizar uma massa de conhecimento computacional e estatístico para solucionar problemas reais de pessoas reais no dia a dia concreto. Ou seja, o conteúdo pode parecer assustador, mas na verdade é algo muito próximo da realidade. Dados não-estruturados de clientes de uma empresa de alimentação, por exemplo, serão combinados e analisados por um cientista de dados.

Entretanto, profissionais da área também precisam interagir com banco de dados, ferramentas de análise de dados e Business Intelligence. Desenvolver habilidades nas principais linguagens de programação usadas na área de Data Science também é essencial para começar uma carreira como cientista de dados. Como exemplo, podemos citar a análise preditiva como uma das atuações de um cientista de dados. O profissional nesse caso, poderia criar modelos preditivos para um e-commerce a partir de dados analisados.

Funções típicas dos cientistas de dados

O que dá valor a eles é a capacidade de relacioná-los com a realidade que se tem interesse em analisar, identificando problemas e oportunidades para uma empresa, por exemplo. Ela argumenta que, na ciência de dados, também há preocupação com o armazenamento de dados e com a segurança na nuvem e no data lake da empresa. Um cientista de dados precisa saber capturar, armazenar e processar com várias tecnologias. Logo, é preciso saber como instalar e acessar um banco de dados, bem como coletar, analisar e lapidar os dados obtidos, isto é, transformá-los em informações que possam ser compreendidas pelos gestores. A visualização de dados é uma das etapas finais da cadeia do processo da Ciência de Dados. Afinal, ela consiste em traduzir os dados e dispô-los em representações gráficas para a análise dos gestores da empresa.

Quais são as principais funções de um cientista de dados?

O perfil do Cientista de Dados (Data Scientist) é uma mistura entre um programador, um matemático, um estatístico e um cientista. Seu papel nasceu como uma necessidade diante do dilema que as empresas enfrentam com o big data. Uma vez que os cientistas de dados trabalham numa vasta gama de instituições diferentes, os salários podem variar dependendo do empregador. Por exemplo, os cientistas de dados principiantes num ambiente empresarial podem ganhar mais do que os seus homólogos no meio académico, mas não terão a oportunidade de fazerem a sua própria investigação.


Posted

in

by

Tags:

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *